Sucarau 06/10/12

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Mais verde que amarelo

Dois mil e doze é um ano que promete, mas devemos, antes, sobreviver a ele. Teorias baseadas no calendário maia, na ufologia e na psicanálise junguiana, além de cálculos matemáticos e análises do Novo Testamento, somadas a outras teses que rondam a internet, garantem que o mundo passará por grandes transformações, cujas consequências poderão levar a humanidade à extinção. Mas os mais céticos também reservam boas expectativas. O governo Obama terá fechado seu primeiro mandato, os efeitos pós-Lula serão mais visíveis no Brasil e a China poderá ter dado passos importantes ao posto isolado de potência mundial. Na academia, ou entre os membros do movimento ambiental internacional, a maior expectativa recai sobre a Cúpula da Terra, evento também conhecido como Rio + 20, a ser realizado na capital carioca, que reunirá no Brasil chefes de Estado de várias nações para discutir dois temas em essência: "a economia verde no contexto do desenvolvimento sustentável" e "a redução da pobreza e o quadro institucional para o desenvolvimento sustentável".


Fonte: Revista IMPRENSA on line