Sucarau 06/10/12

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Ensinar o bem a quem?

Como extirpar o mal que há em nós se diariamente ele é alimentado com gestos, insinuações e exemplos contrários? Como tornar doce o aprendizado se a desobediência, a intolerância e a falta de jeito compromete o ensinamento? Como fomentar a ternura e a sabedoria se somos ignorantes professores, que só temos nossas próprias experiências para passar? Como acrescentar bondade? Como incentivar a honestidade, se nem conseguimos ser honestos com nós mesmos?
Como formar homens de bem se ao certo não sabemos que bem é este?
Como tratar com igualdade se nem somos todos iguais?
Como sobreviver a este mundo, a esta avalanche de ensinamentos ou seria treinamentos que recebemos desde o dia em que nascemos, até o dia de nossa derradeira partida?
Como, como, como?